Você está aqui

Equipes da Uneb tiram dúvidas sobre o RH Bahia

ter, 10/04/18
Encontro mobilizou coordenadores de RH de municípios do interior

 

O gestor Wilson Freitas com os profissionais da UNEB: novo sistema vai contribuir para valorizar o profissional de RH

 

A transição para o novo software será gradativa? Com os processos automatizados, os servidores poderão perder documentos se faltar luz? Que mudanças o sistema vai trazer para os gestores? Estas e outras perguntas sobre o RH Bahia foram respondidas na manhã desta terça-feira (10.04) pelo gestor de negócio do projeto Wilson Freitas a um grupo de lideranças da área de RH de 29 municípios baianos reunidos pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb) no Hotel Vila Velha, em Salvador.

“O RH Bahia vai dar tranqüilidade ao Estado de poder contar com um sistema de ponta, altamente resiliente e configurado para atender as regras do nosso negócio”, afirmou o gestor, ao comentar as vantagens do projeto que irá permitir ao governo baiano automatizar mais de 90% dos seus processos de  Recursos Humanos por meio do SAP, um software de gestão mundialmente conhecido.

“A expectativa não é só das equipes de RH do Estado; fora da Bahia muitos também acompanham a iniciativa, porque se trata de um projeto pioneiro na administração pública nacional”, explica Wilson. Adquirido pela Secretaria de Administração do Estado (Saeb), o sistema foi customizado, a princípio para atender às necessidades de oito empresas públicas e sociedades de economia mista do Estado, que adotam o software desde janeiro deste ano.

Agora, as expectativas se concentram na implantação em 53 órgãos, autarquias e fundações. A expectativa é que já no próximo mês de agosto, o sistema entre em ambiente de produção nestas unidades, atingindo mais de 270 mil pessoas, entre servidores, aposentados e pensionistas. “Além de todos os ganhos em termos de economia, agilidade e controle sobre os processos,  a iniciativa representa um avanço para a valorização do servidor de RH”, garante o gestor.

O Encontro do Grupo de Trabalho de RH da Uneb é realizado três vezes ao ano com o objetivo de promover a integração e troca de informações entre os profissionais da área que atuam em 29 departamentos da Universidade espalhados em 24 municípios baianos. “Desta vez, nós quisemos trazer um especialista do RH Bahia porque há uma expectativa e ansiedade muito grandes em relação à chegada do novo sistema”, explica a subgerente de Capacitação da Uneb, Larissa Bittencourt. “Por enquanto, ainda estou aprendendo sobre o RH Bahia, mas pelo que vi acho que o sistema vai nos ajudar a ter mais controle sobre os processos de RH, cumprindo as regras com seriedade e compromisso”, opina Marlucia Moura, que atua como coordenadora de RH do Departamento de Ciências Humanas da Uneb, em Juazeiro.