Você está aqui

A Bahia e a vanguarda da gestão pública

Por: 
Edelvino da Silva Góes, secretário estadual de Administração

 

 

"O RH Bahia e o SEI colocam a Bahia na vanguarda da gestão pública. Um passo importante para o Estado, que tem dado um exemplo para o país na manutenção do equilíbrio fiscal".

 

 

O pioneirismo do Governo da Bahia na modernização da gestão pública ganha novo capítulo. Dois importantes feitos colocam o Estado em um elevado patamar de desenvolvimento. O primeiro é a criação do RH Bahia, projeto que moderniza a gestão estadual de Recursos Humanos, com a utilização do SAP, software com potencial amplamente conhecido, adotado por grandes organizações no mundo. 

O outro é a utilização do SEI – Sistema Eletrônico de Informações, que permite a gestão de processos administrativos dentro de um mesmo ambiente virtual, rompendo com a cultura do uso do papel como suporte físico. 

O Governo tornou-se o primeiro da administração pública direta do país a implantar a solução alemã SAP, já em ambiente de produção em oito empresas públicas e sociedades de economia mista. A iniciativa pretende levar a quase zero os lançamentos manuais na folha de pagamento, aprimorar controles internos, obter economia financeira e mais rapidez no acesso a informações gerenciais. 

Com a ferramenta, usada até pouco tempo no Brasil por empresas como Petrobras, o servidor acessa o histórico funcional e confere vantagens e benefícios. 

Em breve o RH Bahia será incorporado a todos os órgãos estaduais. E permitirá automatizar, aperfeiçoar e empreender mais agilidade às áreas de atuação da política de Recursos Humanos, incrementando ações de qualificação do gasto público. 

O SEI também gera mais eficiência para a administração pública, com ganhos em agilidade, produtividade e transparência. Melhora o campo de atuação do servidor e a vida do cidadão, que passa a se comunicar com o Estado por meio de peticionamentos eletrônicos, dispensando o papel.

Destaca-se por reduzir o tempo para a realização de atividades, propiciando salto de produtividade ao permitir, por exemplo, que várias unidades atuem simultaneamente em um mesmo processo, ainda que distantes fisicamente.

O Estado terá expressivas economias com a iniciativa. Dispensará cartucho, tonner e serviços de postagens, por exemplo. É o fim da capa de processo, do deslocamento de documentos de forma física. 

A Bahia foi o primeiro estado do país a solicitar o sistema ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, responsável pela sua criação. Isto impulsionou a cessão da ferramenta pelo Ministério do Planejamento, através de termo de cooperação firmado com o governo baiano. 

O RH Bahia e o SEI colocam a Bahia na vanguarda da gestão pública. Um passo importante para o Estado, que tem dado um exemplo para o país na manutenção do equilíbrio fiscal, no pagamento do servidor em dia e na ampliação de investimentos públicos. O Governo avança ao emplacar dois importantes projetos numa conjuntura em que se exige cada vez mais eficiência em gestão. 

 

Texto publicado no Jornal A Tarde do dia 20/06/2017